Remoção de Tatuagem

Por que é difícil remover uma tatuagem?

Warning: A non-numeric value encountered in /home/blog.removatatuagem.com.br/public/wp-content/themes/herald/core/template-functions.php on line 170
Remoção de tatuagem

Muitos por aí pensam que se uma pessoa optou por fazer uma tatuagem, independente do desenho, ela terá que ficar com a tattoo pela vida inteira. Mas isso não é verdade, visto que existe o processo de remoção de tatuagem.

Porque será que é tão difícil remover uma tatuagem. Entenda:

Segundo estudos franceses, as tatuagens são mantidas em nosso corpo por causa de um processo de muitas mudanças da pele, em que cristais de tinta são engolidos pela epiderme, dando uma sensação de ficarem ali para sempre, mas, na verdade, é uma ilusão de imobilidade.

Sabe por quê?

Porque as células desempenham um papel importante no corpo, que é de colaborar para a melhora dos processos de remoção de tatuagens nas pessoas, principalmente com o passar do tempo, quando o pigmento vai clareando, o que torna mais fácil o processo de remoção.

Sendo assim, a tatuagem em vez de estática, segundo o estudo, ela é dinâmica.

Por muito tempo, alguns pesquisadores acreditavam que elas eram estáticas, até verem, por meio de microscópio, uma biópsia de tatuagens antigas, em que células estavam carregadas de glóbulos de tinta, fazendo então a história da tatuagem estar totalmente relacionada ao sistema imunológico do ser humano.

Sendo assim, quando uma célula morre, outra substitui, mantendo assim a tatuagem aparentemente estática.

Agora que ficou por dentro desses detalhes, acesse nosso blog e conheça o dia a dia da Hell Tattoo.

Conheça a história de Lucas, que veio de longe para remover sua tatuagem. Deu certo!

Acompanhe nossos trabalhos nas redes sociais: InstagramFacebookYoutube

Hell Tattoo

Hell Tattoo

Há mais de 13 anos no mercado, o Hell Tattoo traz sua profissionalidade para Franco da Rocha e Francisco Morato. Entre nossos serviços estão: Colocação de Alargadores, Tatuagem, Piercings e Remoção de Tatuagem.

Comentar

Clique para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *